Aposto Gramática


#1

Senhora Dona Bahia,
nobre e opulenta cidade,
madrasta dos naturais,
e dos estrangeiros madre:

Aonde está o aposto nesses versos?


#2

Oi, Gabriela!!

Tá lendo Poemas Escolhidos para a Fuvest também? Estou penando com o Gregório hahah

Senhora Dona Bahia é o vocativo, isso é uma certeza. Agora, estou na dúvida se o aposto é “nobre e opulenta cidade” apenas ou se é “nobre e opulenta cidade, / madrasta dos naturais, e dos estrangeiros madre”

Pois creio que a questão peça um aposto explicativo e, no meu ponto de vista, tudo que vem depois de Bahia explica o que ela é.

Enfim, vou dar uma pesquisada e, qualquer coisa, te falo


#3

Tirei esse poema da questão do vestibular da Uneb na Bahia
A análise de fragmento retirado do texto de Gregório de Matos está correta em
I. Há um vocativo e um aposto nos versos: “Senhora Dona Bahia / nobre e opulenta cidade / madrasta dos naturais, / e dos
estrangeiros madre” (v. 1-4).
II. No verso ”e dos estrangeiros madre” (v. 4), há uma inversão no sintagma nominal.
III. Em “dizei-me por vida vossa” (v. 5), verifica-se um tratamento em 2ª pessoa do singular.
IV. “vêm” (v. 7) é uma forma do verbo ver, na 3ª pessoa do plural.
V. O termo “ditame” (v. 6) significa comportamento diferenciado, consagrado pelo costume.
A alternativa em que todas as afirmativas indicadas estão corretas é a

  1. I e II.
  2. II e III.
  3. IV e V.
  4. I, III e V.
  5. II, IV e V
    A resposta é a 01, mas fiquei na dúvida qual era o aposto