Compreensão de texto


#1

Olá, boa tarde!

Gostaria que alguém pudesse responder as questões abaixo para que eu possa entendê-las melhor. O gabarito é 3-D, 6-C, 8-B e 9-C. Desde já, agradeço pela ajuda!


#2

@Carlos_Cavalcanti tudo bom ?
Então, a 03 questão se torna fácil, pois basta vc conhecer um pouco sobre as características principais dos gêneros textuais. No caso, compreende-se que se trata de uma crônica, o teor crítico sabe, a ironia. E argumentativa pq conta de o texto não apenas apresentar fatos, mas opinar sobre eles, ou seja, argumentar sobre eles. A linguagem informal, vc nota pelo OK usado em conversas informais entre pessoas, por exemplo.
Na questão 06 ele quer a alternativa q o autor mais se distância, ou seja, q ele tem menos conhecimento. Se ele cita livros e novelas, como observados nas letras A, B e D, certamente ele conhece. O que resta é a letra D, que por sinal é o que o exercício pede, em “coisas do povo” , no qual ele não sabe, por isso denomina “coisas”.
Na questão 08 requer uma atenção maior. Lendo a frase uma oração depende da outra, pq se vc falasse -> Como o argumento é difícil de sustentar… percebe-se que necessariamente teria uma continuação, levando a um grau de dependência, típica de orações subordinadas. E ela é causal pois se trata de uma situação de causa, pq qual a causa de apelar pra a frase de Nelson Rodrigues ? que o argumento é difícil de sustentar.
A 09 questão temos que achar as palavras onde o sinal indicam a tonicidade das vogais. o têm com acento não indica isso, pois o tem sem acento pronuncia-se da mesma maneira. Já, vão e bolão terminam em ão logo é regra.


#3

Obrigado Francisco_kaio pelos comentários das questões. Mas, eu ainda fiquei um pouco com dúvida em algumas questões, e queria saber o seguinte:

Na questão 3, por que não poderia ser artigo de opinião?
Na questão 8, qual seria o tipo da oração em “apela-se para a frase de Nelson Rodrigues”?

Desculpe pela insistência, rs!


#4

@Carlos_Cavalcanti Que nada pode perguntar, o fórum serve pra isso mesmo haha
Bom, eu não saberia te afirmar com toda certeza absoluta, que se trata de uma crônica. Mas o gabarito diz que sim. O que eu posso te ajudar é te dizer as diferenças entre esses gêneros: No artigo, a proposta é convencer o leitor, abordando dados e apostando na veracidade das informações. Na crônica acima, o autor defende algo, um juízo de valor, além de falar de atos corriqueiros e do cotidiano. Pela pesquisa q fiz esses dois tipos textuais se assemelham em alguns pontos, mas o que vejo é o seguinte, um texto falando sobre futebol, romances e escritores envolvendo a temática, com elementos informais e defendendo uma opinião, só pode ser uma crônica. Se vc notar é justamente um tipo de texto de jornais e revistas, para entreter e gerar especulações( se é q posso dizer assim). Além disso a alternativa B afirma que o texto é excessivamente formal, o que é errado pois o OK é bem informal não acha ?
Em relação à sua segunda dúvida, toda a frase é subordinada, ou seja, “apela-se para a frase de Nelson Rodrigues” complementa a anterior.

Espero q te ajude! qualquer coisa a @prof_Bruna_Linguagens ou a @Prof_Bibiana_Linguagens poderá te orientar melhor :slight_smile:


#5

Obrigado pela ajuda Francisco_Kaio, só queria saber qual é o tipo da or. subordinada da frase “apela-se para a frase de Nelson Rodrigues”.

Essas professoras que você me passou são da plataforma do MeSalva?


#6

São sim @Carlos_Cavalcanti elas podem te orientar melhor! Abraço :slight_smile: