Dúvida sobre ondulatória


#1

O Princípio da independência dos raios luminosos fala que quando dois raios de luz ou feixes de luz se cruzam, continuam suas trajetórias Individualmente. Um raio não interfere na trajetória de outro. Porém, a luz como uma onda não deveria sofrer interferência?


#2

Oi, Gabriela, como está? Espero que sim! :smiley:

Algo que acho que vale a pena salientar é o caráter dual da luz: ela é tanto onda como partícula. Só uma observação porque isso costuma cair bastante em algumas provas (não sei quais você presta)
Agora, sobre a questão dos raios continuarem suas trajetórias individualmente, isso é algo que é explicado pela ondulatória. Lembra quando duas ondas se encontram, elas se interferem, porém seguem as suas trajetórias normalmente após isso. Por um instante, por exemplo, a amplitude pode mudar, mas, após isso, seguem sem que esse encontro tivesse ocorrido.

Aqui eu tenho um exemplo, olhe:

Situação 1: os pulsos são dados em fase.

No momento em que os pulsos se encontram, suas elongações em cada ponto da corda se somam algebricamente, sendo sua amplitude (elongação máxima) a soma das duas amplitudes:

Numericamente:

Após este encontro, cada um segue na sua direção inicial, com suas características iniciais conservadas.

Este tipo de superposição é chamado interferência construtiva, já que a superposição faz com que a amplitude seja momentaneamente aumentada em módulo.

Espero que te ajude!


#3

Muito obrigada!!!