Https://www.mesalva.com/enem-e-vestibulares/banco-de-provas/enem/enem-2015/ciencias-humanasenem-2015/enem7778ciencias-humanasenem-2015

Amigos, por que a alternativa E não poderia ser a correta. A questão é exclusivamente conteudista? Pois analisando o texto basilar, para mim fica claro que a última alternativa pode ser verdadeira, quando ele diz: “Todo o poder criativo da mente se reduz a nada mais do que a faculdade de compor, transpor, aumentar ou diminuir os materiais que nos fornecem os sentidos e a experiência.”
Desde já agradeço pela ajuda.

Oi, Rômulo, como está? Espero que bem! :blush:

Como te pedi a última vez, sempre que der, deixe o link no corpo do texto e não no título, porque facilita para nós e deixa o fórum menos bagunçado. :upside_down_face:

Nesse caso, o que prejudica, na minha opinião, a E como alternativa correta é a palavra sentimento. Para Hume, o que acontece é uma função entre sentimento e sentido, gerando as sensações.

Nesse trecho:

“Podemos conceber um cavalo virtuoso, porque somos capazes de conceber a virtude a partir de nossos próprios sentimentos, e poder unir a isso a figura e a forma de um cavalo, animal que nos é familiar.”

Perceba: ele usa o sentimento do que é virtude e o sentido (visão) para compor o que é um cavalo virtuoso.

Sendo assim, apenas com os sentimentos, ele excluiria os sentidos e, a meu ver, as sensações, pois as sensações são compostas por um, por outro ou pela união dos dois.

Descrição de sensação segundo a filosofia: processo pelo qual um estímulo externo ou interno provoca uma reação específica, produzindo uma percepção.

Então, seria mais ou menos o que disse sobre sentimento, sentido e essa união.

Essa foi a minha análise, lembrando que não sou boa em filosofia.
Porém, uma observação que eu faria, é que eu não marcaria a E, primeiramente, por receio.

“as ideias têm como fonte específica o sentimento cujos dados são colhidos na empiria.”

Eu sempre penso duas vezes antes de marcar alguma alternativa que tenha as palavras: específica, exclusiva, única, sempre… e etc.

Pois, geralmente, essa palavras são colocadas para invalidar alguma alternativa.

Enfim, creio que seja isso, mas questões de filosofia são bem abertas mesmo para conflitos interpretativos.

Espero que te ajude!

Ajudem-me! Que dúvida corrosiva!!
Refazendo a questão, pensei que o fator desqualificador da “E” seria a palavra “sentimento” e sua acepção distinta da outra “sentidos”, no entanto, no mesmo texto o autor cita a palavra “sentimento” em uma reafirmação da sua tese. Convém saber: “Podemos conceber um cavalo virtuoso, porque somos capazes de conceber a virtude a partir de nossos próprios sentimentos, e poder unir a isso a figura e a forma de um cavalo, animal que nos é familiar.”
Nesse trecho ele não faz alusão ao empirismo, mas isso não enfraquece sua afirmação no princípio do texto.

Oi, Rômulo!

Foi o trecho que citei anteriormente na minha resposta hehehehe

quando ele remete à palavra figura, é porque a pessoa viu e tem essa imagem em sua mente, algo empírico