Questão 17 - Prova Rosa ENEM 2018

interpretação

#1

Fiquei em dúvida com essa questão: A palavra “concurso” no enunciado é ambígua, uma vez que o corpo do texto se refere a 2 concursos distintos (o concurso de “microcontos do twitter” e o concurso “Conte o conto sem aumentar um ponto”). O entendimento de que a palavra concurso no enunciado se refere a um ou ao outro necessariamente remete a 2 respostas diferentes para essa questão, vejamos:

Alternativa A correta)

“…Nessa notícia, essa rede social foi utilizada como veículo suporte para um concurso literário por causa do limite predeterminado de extensão do texto.”

Para considerar a alternativa A correta, precisamos levar em conta 3 fatores:
-Primeiro: Concurso se refere aos “microcontos do Twitter”
-Segundo: o fato de esses microcontos serem publicados no próprio Twitter.
-Terceiro: o fato de que o Twitter limitava o número de caracteres 140.
Somente levando em considerando esses 3 pontos é que podemos considerar a alternativa “A” como correta. Vejamos a reescrita completa da frase:
“…Nessa notícia, essa rede social foi utilizada como veículo suporte para um concurso literário “microcontos do Twitter” por causa do limite predeterminado de extensão do texto.”
No entanto, não fica claro no enunciado se a palavra concurso realmente se refere a “microcontos do Twitter. Dessa forma, o leitor poderia considerar a reescrita usando “Conte o conto sem aumentar um ponto”. Vejamos:
“…Nessa notícia, essa rede social foi utilizada como veículo suporte para um concurso literário “Conte o conto sem aumentar um ponto” por causa do limite predeterminado de extensão do texto.”
Nesse caso, a frase acima perde a coerência, uma vez que, conforme o próprio texto já identifica o conto poderia ter até 1778 caracteres, algo sabidamente acima do permitido pela blog Twitter (que possui um limite 140 caracteres). Além disso, as normas do concurso previam que o conto deveria ser encaminhado via formulário no site da ABL, desobrigando os usuários a limitarem seus contos aos 140 caracteres da plataforma Twirtter. Dessa forma, a alternativa A não poderia mais ser a resposta correta para esse enunciado.
No entanto, ao analisar a alternativa B, podemos observar duas situações:
(1)“…Nessa notícia, essa rede social foi utilizada como veículo suporte para um concurso literário “Conte o conto sem aumentar um ponto” por causa do interesse pela participação de jovens.
(2) “…Nessa notícia, essa rede social foi utilizada como veículo suporte para um concurso literário “microcontos do Twitter” por causa do interesse pela participação de jovens.
Observamos que ambas as frases (1) e (2) estão corretas, tendo em vista que é senso comum que em 2015 a grande proporção de usuários do Twitter era a população jovem. Tal perspectiva ainda pode ser referendada por outra notícia vinculada no site da ABL que destaca a participação de estudantes nesse concurso. Por esses motivos, podemos perceber que essa questão deixou margem a várias interpretações. Logo, ela está muito aquém do esperado para questões de processo seletivo.

Acredito que esses outros dois textos deixam bem claro, o contexto dessa notícia e ajudam a comprovar ambiguidade dessa questão:

-Notícia do resultado do concurso: http://www.academia.org.br/noticias/abl-divulga-o-resultado-do-concurso-cultural-conte-o-conto-sem-aumentar-um-ponto

-Regulamento do concurso: http://www.academia.org.br/abl/media/REGULAMENTO%20DO%20CONCURSO%20CONTE%20O%20CONTO%20SEM%20AUMENTAR%20UM%20PONTO_REGULAMENTO.pdf

Desde já, agradeço a atenção


#2

Bem, dá para interpretar facilmente essa questão sem cometer esse rolo todo, pelo menos acredito que a maioria interpretou sem fazer toda essa analise. Ainda assim, há o limite pré estabelecido de 1778 caracteres ou inferior, isso quer dizer que a letra A está sempre em voga já que no texto você não vê sequer uma menção ao concurso se referir somente a jovens, porém o tempo todo predetermina um limite de extensão do texto (1778) (o que nem se referiu a alguém saber que o twitter tem um limite de 140 caracteres porque não é essa a intenção da questão). Ou seja, há um limite sim e o twitter é utilizado para isso de acordo com o texto porque se pensarmos bem ele conta o número de caracteres, logo você poderá contabilizar facilmente e não ultrapassar o limite imposto. De toda forma, a questão é bem simples porque o eixo fica muito claro sobre limite de palavras e não cita juventude. E cabe a você perceber que o concurso principal tratado é o “conte o conto sem aumentar um ponto” já que a notícia é sobre ele e não sobre o de microcontos.


#3

Oi, Guilherme, tudo bem? Espero que sim! :blush:

A Isa já respondeu super bem sua dúvida e eu concordo com ela, mas eu só vou complementar.
Em um dos cursinhos que eu fiz, uma vez por semana, os professores levavam questões do Enem em que um das alternativas trazia uma informação que até poderia ser verdade em outro contexto, porém não era o que é apresentado no texto e nem era o foco da análise. Com isso, eles tentavam nos fazer não extrapolar o que eles chamavam de “cerquinha” que a questão traz. Toda questão tem um delimitador. Esse texto em nenhum momento fala sobre jovens, porém fala sobre o tamanho de um conto e que as pessoas não poderiam extrapolar esse tamanho.

Ao analisar as alternativas, por mais que a B tenha a sua verdade, a correta é a A. Inúmeras questões do ENEM farão isso e é algo até bem conhecido dele (não só dele, mas de outros vestibulares). Isso não faz da questão uma questão mal feita, pois o que ela quer mesmo é testar a interpretação de quem está lendo.
Há sim no Enem questões não tão bem elaboradas (até mesmo a Fuvest que é o maior vestibular do Brasil escorrega em elaborações), porém eu não creio que seja o caso dessa questão.
Um exemplo que posso te dar é quando a Fuvest ou a banca Vunesp pega um trecho de algum livro modernista que apresenta alguma característica que não é comum do modernismo. A pessoa que sabe que aquele livro é modernista irá correndo marcar a alternativa que possui essas características, porém o correto é analisar o trecho, tanto que a questão fala “de acordo com esse trecho”. Nessa questão temos “nessa notícia…”. O aluno não tem acesso a notícia toda na hora da prova, assim como ele não tem acesso ao livro inteiro, ele precisa analisar o que foi mostrado.

Por isso que muitas vezes algumas questões a pessoa que conhece mais pode acabar errando e essa é a intenção mesmo, pois ela não soube analisar e ao pegar o conhecimento de mundo dela, ela acaba extrapolando o que foi pedido. Às vezes pode ser isso que acontece com você, talvez por saber até mais, você acaba errando.

Repare que isso será recorrente em questões do Enem. Há alguns vídeos no youtube que trazem análise de questões que possuem alternativas que são corretas, porém que não é o que o exercício pede.

A Isa já tinha te ajudado, mas quis complementar.

Espero que te ajude também!