Uma leve pergunta sobre a obra Abaporu

Gostaria de fazer uma pergunta.
Por que a obra “Abaporu”, da Tarsila do Amaral, apesar de representar a nudez masculina não se enquadra como uma tela do renascimento?

Oi, Evelyn, tudo bem? Espero que sim! :blush:

Primeiramente, seja bem-vinda!
Caso queira, você pode se apresentar nesse tópico aqui!

Sobre essa questão, vamos analisar algumas obras do renascimento:

Você consegue notar que nas obras a figura humana é muito próxima da realidade? Os músculos, o corpo, as sombras e tudo mais?
O Renascimento traz essa valorização do ser humano, essa noção de profundidade e detalhes.

Agora, analisando a obra da Tarsila:

image

você percebe que a figura humana ali representada está distorcida? A cor está muito longe do real e não temos mais a noção de profundidade?
Essa obra foi feita, principalmente, para chocar e isso é uma das marcas do Modernismo. Ela não fez isso por não saber pintar, ela fez isso com uma intenção.

Um exemplo: dois livros podem falar de amor, mas podem trazer uma visão distinta do amor. Isso se encaixa para tudo: música, filmes, quadros e etc. A nudez em um filme do Woody Allen não vai ser tão chocante quanto a nudez em um filme do Lars von Trier. É o mesmo que nesse caso, as obras podem trazer a nudez, mas a forma é diferente, por isso elas estão em movimentos diferentes (não só por isso, mas pelo contexto sociocultural).

Em uma obra de arte forma e conteúdo são sempre analisadas.

Enfim, essa resposta poderia ser imensa, mas tentei não me alongar haha.

Espero que te ajude!

2 Curtidas

Muito obrigada!!! Me ajudou muito

1 Curtida

imagina! fico feliz por ajudar!

1 Curtida