Compreensão de texto - Concurso


#1

Olá, alguém poderia me ajudar nessas questões, por favor!


#2
  1. O foco do texto é o Brasil. Os exemplos iniciais servem de contextualização para os discussões ou como provas de que a legalização não é um absurdo. Assim, a alternativa b B e D é errada. Vemos, ao longo do texto, que o autor critica a falta de informações das pessoas que estão discutindo o assunto no Brasil e reforça de forma enfática, nos dois últimos parágrafos, a necessidade de discussão inteligente (ou crítica) sobre o tema, o que coloca a alternativa D como correta.

  2. No quarto parágrafo, o texto afirma que a maioria das pessoas que está discutindo o tema do aborto são homens. Isso não é o contrário do que está sendo dito no título, de forma que não existe contradição entre essas ideias. Por sua vez, o 7º parágrafo não coloca em foco quem discute (ou deve discutir) o aborto, assim não podemos dizer que o título corrobora (concorda com) esse parágrafo. Vemos que, sim, existe um duplo sentido no título que nesse caso é intencional. Essa intencionalidade transparece quando é apresentado o pouco número de mulheres nas votações sobre o assunto. Ao trazer essa ideia, fica subentendido que, para o autor, é relevante a presença de mulheres. Assim, quando ele menciona ‘assunto de homens’, existe um sentido de que, sim, são homens que falam sobre isso, mas de que talvez essa não devesse ser a realidade, o que faz com que a alternativa certa seja a letra C.

  3. No segundo parágrafo é afirmado que ‘a taxa de aborto é similar entre os países que legalizaram e os que continuam proibindo’. Assim, não podemos afirmar que a criminalização diminui a prática ( c ), uma vez que os números são iguais. Em relação à gravidez indesejada, não é trazido nada sobre o aumento ou a diminuição, apenas a constatação que os números desse problemas são altos na América Latina, o que faz com que nem A, nem B possam estar corretas. A alternativa correta então é a letra D. Isso é reforçado na penúltima frase do texto, que mostra que países que descriminalizaram o aborto diminuíram os números de casos de tal ação.

  1. ERRADA: os dois pontos são usados para introduzir uma citação
  2. ERRADA: o ponto e vírgula não por ponto, pois fragmentaria a frase que inicia depois dele
  3. ERRADA: como não temos uma citação nem uma expressão intermediária (quando a expressão não é exatamente a que o autor imaginou), não pode ser feita a substituição
  4. CORRETA: o local do adjunto adverbial é tradicionalmente no final da frase, de forma que, quando ‘entre os achados da pesquisa’ (o adjunto) é colocado no final, ele rompe a ordem sujeito, verbo e objeto e precisa ser isolado por uma vírgula por estar antecipado
  1. O que (1) funciona da mesma maneira com que ‘apontou que’. Quando o ‘que’ vem depois de um verbo e tem a função de ligar esse verbo ao resto da frase, ele é uma conjunção. Isso faz com que só as alternativas A e B possam estar corretas, pois elas falam de conjunção. Como mencionamos, ele vem depois de um verbo (apontou está suprimido mas subentendido antes dele), de forma que ele introduz um complemento verbal (alternativa B)

#3

Obrigado Prof_Mari_MS pela sua ajuda. Na questão 1, a alternativa correta é a “C”. Nas demais questões o gabarito bateu corretamente.