Impacto da inteligência artificial no mercado de trabalho


#1

“A tecnologia se tornou fonte decisiva para os negócios e comércios em virtude de sua ação interativa”. O trecho do livro “A galaxia da internet” do sociólogo espanhol Manuel Castells, nos permite refletir sobre a implantação da inteligência artificial no âmbito empresarial e seu impacto no mercado de trabalho. Nesse sentido, convém analisarmos as principais consequências desse fenômeno no tecido social.

Em primeiro plano, de acordo com o portal de notícias G1, 54% dos empregos formais do Brasil poderão ser ocupados por robôs e programas de computadores. Nesse seguimento, verifica-se que, infelizmente, o advento da robótica poderá ter efeito negativo, gerando o aumento do desemprego e uma possível crise financeira nas empresas, visto que a implantação desses equipamentos são de altíssimo custo .

Cabe mencionar, em segundo plano, que a ciência e inovação irá conduzir os caminhos dos negócios nessa nova geração, como aponta o livro de Manuel Castells. Somando a isso, essa efervescência da revolução digital, exigirá da população uma capacitação e um treinamento específico, para que a mesma possa se adequar aos novos parâmetros do mercado de trabalho.

Entende-se, portanto que é necessário que os empresários entendam o impacto da inteligência artificial nas relações empregatícias e na vida da sociedade brasileira. Desse modo, cabe a OIT (Organização Internacional do Trabalho) estabelecer novas diretrizes para inclusão da população nesse novo mercado, por meio de capacitação, curso e palestras, com auxilio de engenheiros e cientistas tecnológicos. Para assim, todos poderem desfrutar desse inovador mundo da tecnologia.


#2

Gostei do texto,mas acho que a inteligência artificial não é capaz ainda de cria ideias e teorias(na minha opinião, essa é a capacidade ou inteligência do homem)Einstein disse:

A criatividade é a inteligência se divertindo-se.

Os robôs tem criatividade assim como os humanos?