Fale conosco

51 99438-10160800 001 8789

A gente liga para você

Agendar uma ligação

Raio-X dos conteúdos do ENEM

Prova de Matemática e suas Tecnologias

Agora chegou a hora de falarmos sobre a prova de Matemática do ENEM, que é uma das mais temidas por quem vai fazer o exame. Isso vem da dificuldade de compreensão da matéria, juntamente com o modo como a Matemática é cobrada na prova. Porém, o professor Alisson Hatsek garante que não há necessidade para pânico:

"Os criadores da prova não querem impor exercícios impossíveis, mas testar sua capacidade de modelar e contextualizar os problemas matemáticos".

Segundo ele, o Enem tenta, através dos anos, mudar a ideia conteudista dos estudos para um aprendizado muito mais voltado para a compreensão de fenômenos através de reflexões e de raciocínio lógico:

"A prova tem vários textos, gráficos, tabelas e desenhos que devem ser interpretados e, a partir dessa interpretação, resolvidos com ajuda de conhecimentos específicos em matemática."

Um método infalível que ele dá para estudar é através da realização de muitos (MUITOS MESMO!) exercícios, principalmente nas áreas de maior dificuldade em matemática:

"Como a prova segue quase sempre o mesmo modelo, uma excelente dica é refazer provas antigas de Enem passados, se possível cronometrando o tempo".

Comecei a estudar agora! Por onde eu começo?!

Álisson garante que, como o conteúdo é vasto, muitos estudantes podem perder o foco em meio à quantidade de assuntos. É importante saber quais são os assuntos que mais caem na prova de Matemática e suas Tecnologias, assim você pode mandar muito bem. Vamos ver?

Razão / Proporção / Porcentagem

Esses são, com certeza, os conteúdos mais importantes. Quem nunca ouviu falar da famosa Regra de 3? Alisson garante: "Pois bem, usamos essa queridinha até na hora de cozinhar: se uma xícara de arroz serve duas pessoas, quantas xícaras de arroz preciso para servir 7 pessoas? Percebe a importância? Na prova, até em questões de outras matérias, como geometria, podemos acabar caindo em um problema envolvendo esses assuntos. Então dê a devida atenção a eles".

Geometria Plana / Geometria Espacial / Trigonometria

O mundo é cheio de formas, de lados, de ângulos, de áreas e de volumes. Alisson afirma que "o Enem sempre busca algum tipo de aplicabilidade dos conteúdos da Matemática com o meio ambiente, por isso é importante saber como associar, calcular e comparar essas grandezas geométricas a um problema real, como a quantidade de telhas que preciso para o meu telhado ou o quanto de tinta preciso para pintar a minha casa".

Funções / Equações

"Funções de primeiro grau e de segundo grau são bem recorrentes na prova do Enem. Não basta saber como calcular o valor de X (seja isolando-o, seja com Bhaskarão do Poder). Aqui, a interpretação gráfica também é valiosa. Quando uma função está crescendo ou decrescendo, os vértices da função e a associação dos valores de X e Y com o plano cartesiano são muito importantes para a resolução da questão."

Probabilidade / Estatística / Análise Combinatória

"Como a análise de gráficos e distribuições são recorrentes no Enem, o conhecimento estatístico é essencial para saber ler e interpretar os dados, relacionando-os de maneira quantitativa e qualitativa com os eventos. Juntamente com a estatística, temos a probabilidade, que quantifica o acaso atribuindo um valor à chance de determinado evento ocorrer, e a análise combinatória. Por exemplo, qual a média da altura das pessoas que vão fazer o Enem? Qual a chance de 5 pessoas terem aquela altura média? Quantos grupos de 5 pessoas podemos formar com as pessoas que possuem a altura média?"

Progressões / Matemática Financeira

"Como PA e PG estão relacionadas com juros simples e juros compostos? Essa é uma forma que o Enem pode encontrar para contextualizar essas matérias. Afinal, dinheiro, investimento e juros são coisas do nosso cotidiano, então é plausível que haja alguma questão relacionada a esses conteúdos, mesmo de maneira indireta. A interpretação de problemas que envolvem lucro, receita ou o valor da base de uma função exponencial para calcular meias vidas (de bactérias ou do nosso próprio dinheiro) é fundamental, pois a maioria das questões vai pedir algum tipo de interpretação."

Se empolgou com todas essas dicas do professor? Aproveita pra assistir as aulas ao vivo do próprio Alisson e indicadas por ele, aqui, aqui e aqui! Para ele, quem tem dificuldade em matemática ou quem não tem disponibilidade para contemplar todos os conteúdos da prova poderá ter uma boa ideia de como será a avaliação de Matemática e suas Tecnologias.

Prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias

O que eu devo estudar? O que vai cair na prova de Ciências da Natureza? Para estas e outras dúvidas preparamos o Raio-X da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias com os professores André, Andressa e Vinicius! Respira fundo e vem com a gente!

Perfil da prova

O professor André Corleta dá a dica: as questões do Enem são produzidas pensando na aplicação prática dos conteúdos e são, em sua maioria, focadas no Brasil (como utilização de índices brasileiros nas questões de Matemática, por exemplo).

A prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias conta com 45 questões: em média 15 por matéria. É uma prova que contextualiza as questões com abordagem do cotidiano, notícias, descobertas científicas, acontecimentos recentes e etc. Uma característica dessa prova é a separação de conteúdos, isto é, são poucas as questões interdisciplinares. O enunciado das questões pode apresentar assuntos que envolvam diferentes matérias entretanto o conteúdo para responder será específico de uma das disciplinas que compõem a prova (biologia, química ou física). E lembre-se: você terá no máximo 3 minutos para resolver cada questão (e isso inclui o tempo para preencher a grade de respostas).

Biologia

A professora Andressa Helrighel conta que o perfil da prova de biologia no Enem tem mudado bastante nos últimos anos. Ela tem sido mais objetiva e as questões foram redistribuídas em relação aos conteúdos, antes muito concentradas na ecologia.

"Os assuntos Ecologia, Fisiologia e Genética foram apresentados de forma mais equilibrada nas últimas três provas, então te puxa nestes conteúdos!"

É sempre bom lembrar dos tópicos recentes no mundo da Biologia: como a campanha de vacinação da Febre Amarela em 2017; a técnica CRISPR/CAS9 (edição gênica); o rompimento da barragem de Mariana e o vazamento da lama no oceano; Zika e microcefalia, Dengue, Chikungunya.

Física

O professor André afirma:

Dê ênfase nos estudos sobre ondulatória (frequência e velocidade das ondas, ondas mecânicas), na Mecânica Newtoniana (cinética, interpretação dos movimentos, forças) e na eletrodinâmica (circuitos com lâmpadas, fusíveis).

Atenção especial para a mecânica e gravitação, pois em 2017 foi colocado em órbita o primeiro satélite brasileiro!

Química

O professor Vinícius Millán dá as dicas para a prova de Química:

"Não deixe de estudar química orgânica, equilíbrio químico, cálculos químicos e assuntos relacionados a química ambiental, por exemplo, a chuva ácida. A prova aplicará esses conceitos usando notícias, histórias, tarefas do dia a dia".

Ficou curioso(a) e quer saber ainda mais? Aproveita pra assistir essa aula ao vivo aqui!

Prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Depois das dicas das provas de Matemática e Ciências da Natureza e suas Tecnologias, agora é a vez do Tiago Martins de Morais dar as dicas sobre a área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Enem! Partiu?

Força na interpretação de texto

Na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias se encontram os componentes de Língua Portuguesa, Literatura e Língua Estrangeira. Tiago conta que:

"É importante saber que esses componentes não vão estar todos separadinhos – e isso é ótimo, pois o conhecimento humano não é separado em "matérias" e fica muito mais fácil aprendermos efetivamente qualquer coisa estabelecendo, todo o tempo, diversas relações entre os conteúdos. Tudo se relaciona com tudo, afinal!"

Tiago afirma que os estudantes vão encontrar uma prova cheia de poesia, música, artes e reflexões e na qual o eixo principal é a interpretação de texto.

"Então, teremos uma prova com muita leitura. Textos literários, textos não literários, dissertações, charges, pinturas, ilustrações, letras de música, editais de leis, bulas, tudo para ser interpretado pelo candidato que, acima de tudo, precisa ser um leitor competente e versátil."

Por isso é legal saber que o ENEM trabalha com gêneros textuais e que os gêneros são construídos a partir de um contexto social específico, ou seja, cada nova situação em sociedade gera um novo gênero de texto que se estrutura de formas específicas. Assim existem tantos gêneros textuais quantas forem as situações sociais. Eles são infinitos!

Uma reportagem divertida e acessível sobre Ciência na revista Mundo Estranho, por exemplo, é um gênero particular que vai se estruturar de um jeito único. Diferente de um artigo científico para uma revista acadêmica, por exemplo, que se constituí de outras maneiras. Um texto de Facebook, gênero que não existia até a invenção dessa rede social, terá outras características, e assim por diante.

Em muitas questões da prova do ENEM, será solicitada a habilidade de perceber a estrutura e a função dos textos. É preciso ser capaz, portanto, de ler e entender qualquer gênero textual. Para se familiarizar com estas diferenças entre as linguagens vale fazer questões de provas anteriores, além de, é claro, treinar a leitura de diferentes tipos de texto.

O professor Tiago ainda garante que a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias vai desafiar os estudantes a serem "leitores de mundo", algo importantíssimo para conseguir agir e intervir positivamente na sociedade da qual fazemos parte.

Pra saber ainda mais sobre essa prova não perde a aula ao vivo que rolou, aqui!

Prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias

A partir de 2017 as Ciências Humanas passaram a ter novos parceiros de prova: Redação e Linguagens. Assim, o cuidado com o tempo para fazer as questões deve ser redobrado e te prepara para muita leitura e interpretação. A boa notícia é que dependendo do tema da redação, talvez alguma questão de Ciências Humanas possa te dar uma ajuda.

Para te dar aquela força o professor Marcus Bartelli vai te contar o que você precisa saber para se dar bem na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias. Senta que lá vem História! E Geografia, Filosofia e Sociologia.

Confere as 10 dicas pra mandar bem na prova de Ciências Humanas:

  1. Fique bem ligado(a) no mundo em que vivemos e nas transformações que nele ocorrem;
  2. Gráficos e tabelas são muitos frequentes na prova, já que é possível representar as mudanças no espaço através deles. Então te gruda na interpretação destes recursos gráficos!
  3. Mapas! Ah, os mapas… Saber lê-los e analisá-los é imprescindível. Na hora dos teus estudos, tenha sempre um próximo. Isso vai treinar suas habilidades cartográficas;
  4. Pode ser que mais de uma alternativa pareça correta – e talvez até seja. Mas apenas uma delas vai estar relacionada corretamente e de forma completa ao enunciado da questão. Atenção aos detalhes;
  5. Músicas, poemas, trechos de grandes obras e imagens históricas são utilizadas para ilustrar algum aspecto da realidade. Para. Respira. Analisa com atenção o que está sendo mostrado;
  6. O ENEM adora trabalhar com a tríade causa – consequência – solução. Esses aspectos sempre são comparados para a análise de problemas ambientais ou sociais;
  7. Diversidade cultural, movimentos sociais e pensamento político são temas muito cobrados na parte de Sociologia e Filosofia;
  8. No que diz respeito aos elementos históricos, a formação histórica do Brasil e Idade Contemporânea são assuntos recorrentes;
  9. Vai ter também a parte mais geográfica na prova, em que os assuntos mais cobrados são espaço rural, espaço industrial, problemas ambientais e sociais e aspectos naturais, sobretudo do Brasil;
  10. Acrescente a tudo isso uma pitada de multidisciplinaridade e voilà! Taí a sua prova maravilhosa do ENEM!

Curtiu as dicas? Então não deixe de assistir as aulas de História e Filosofia e Sociologia e Geografia que rolaram para saber ainda mais. Partiu!